Buenos Aires no Verão


Disse que voltaria e voltei no verão. Desta vez, fui para Buenos com minha Mammi e minha irmã. Trip só de mulheres, entre os dias 07 e 11 de janeiro de 2011.  Só por questão de orientação, recomendo ler o post “Buenos Aires no Inverno” primeiro, pois esse é uma continuidade. O primeiro post dá varias orientações iniciais e esse apenas novas dicas.

Aqui tá o link do 1º post, dá uma lidinha nele primeiro:

 https://casal20.wordpress.com/2010/08/15/buenos-aires-argentina/

 Tendo ido já ao final de Junho, a primeira dica que dou é… visite Buenos Aires no inverno. Andamos tanto quanto da outra vez, mas mesmo nós que somos do Nordeste, e estamos acostumadas ao calor, sofremos. Buenos Aires não tem a brisa do mar, a umidade não é alta como aqui e assim, é muito cansativo debaixo de sol o tempo todo. Fora que para mim, Buenos Aires combina com um friozinho gostoso.

Mas, vamos lá outra vez, andar, andar e andar, comer, comer e comer e, dessa vez, comprar, comprar e comprar.

1º dia:

Ficamos no Grand Hotel Orly ( http://www.orly.com.ar/principal.html)  em frente ao Waldorf onde ficamos da outra vez (acho essa localização excelente), simples, mas confortável. No primeiro dia nosso passeio foi ir e vir, umas duas vezes, por toda extensão da Calle Florida. Já sabia bem a localização de várias lojinhas e  como viemos para comprar, nos acabamos.

Galerias Pacífico

Ao longo da Florida existe de um tudooooooooooooo, mas para nós o que valeu a pena comprar foram as roupas na Falabella (em especial shorts, blusas e caças para malhar – Nike, Puma, Everlast) e bolsas e mochilas da Nike (melhor do que na Galeria Pacifico), Lembrando que são três lojas Falabella. Uma de roupas masculinas e eletrônicos, onde achamos essas femininas para academia. Uma de coisas de casa (uma loucura em matéria de decoração. Dá para fazer um enxoval completinho. Não deixe de comprar vários aromatizadores de ambiente e não se esqueça do taxi free) e uma outra de roupas femininas, já no finalzinho da Florida, também bem em conta e com maquiagem em conta também. Artigos para cabelos (no nosso caso, produtos da L´oreal -tem uma lojinha bem pequena em frente a uma loja de bijuterias chamada Alenis- fantástica! Nos acabamos em tubos de shampoo, condicionar, leave in, reparador de pontas, vitaminas…. – tem outras marcas também e coisas da kerastase). Outra coisa foram bijuterais (são várias lojas e algumas com coisinhas lindas e preços maravilhosos). Sem contar as maquiagens (Maybeline, L´oreal, Revlon, Rimmel London – PORÉM marcas como CLINIQUE, DIOR e MAC é melhor no FREESHOP EZEIZA), cosméticos valem muito a pena (Avène e La Roche) e até alguns medicamentos, e polivitamínicos (o Centrum lá tava por menos da metade do preço da que do Nordeste) tudo na Farmacit (são várias ao longo da Florida). Por fim, não tem como resistir a  loja Morph que fica no Shopping Galerias Pacifico (também na Florida)e noShopping Buenos Aires Desing e que vende coisinhas lindas para presentear e embelezar a casa (destaque para os porta-óculos, porta-chaves, taças e copos de todos os tipos e artigos inusitados) e os sabonetes e hidratantes da Vz (também nas galerias pacífico -delícia total e tem taxifree).

Feitas as compras, parada para experimentar outro tipo de sorvete da famosa Freddo. E indico o TRIFREDDO (muito doce de leite, como deve ser em Buenos Aires).

Sorveteria FREDDO na Pacífico

 No primeiro dia, minha mãe e minha irmã foram à noite para o Show de Tango no Señor Tango. Como disse no post anterior, acho que a visita a esse show de tango vale a pena para quem está em Buenos Aires pela primeira vez, e elas adoraram. Mas, na segunda queremos algo mais “Portenho” e pudemos viver isso no Caminito na hora do almoço mesmo, mas já já explico.

Caminito

2º dia

Dia do City tour que também ninguém deve dispensar. Foi o mesmo que fiz da outra vez, mas com trajeto diferente e pude entrar na Catedral  de Buenos Aires e indico pois é linda demais.

Catedral de Buenos Aires

E com trajeto diferente, começando pelo centro, Recoleta, Palermo, Caminito e La Boca. Demos sorte  e isso é outra dica que dou. Como minha mãe e irmã não estão nem aí para futebol, pulamos a visita a La Boca e ficamos pelo Caminito. Nem voltamos no ônibus mais. Resolvemos viver mais esse bairro. Comer as empanadas de todos os tipos e comprar mil bugigangas de lembranças (não nas lojas que os guias te param) mas pelo entorno do Caminito, onde estão restaurantes. Lá os preços são melhores, existem várias galerias com coisas fofíssimas e a atmosfera do Caminito é maravilhosa. Não almoçamos, mas ficamos tomando vinho nos restaurantes de meio de rua mesmo que oferecia uma apresentação de tango.  E foi uma maravilha.

De lá pegamos um táxi e almoçamos em Porto Madero, no Spetus. De lá, como era sábado, fomos caminhando visitar a Casa Rosada (que é de Graça e vale muito a pena)  e depois pegamos um taxi para passear pela Recoleta e pela feirinha de artesanato que fica no entorno do Shopping Buenos Aires Desing .

Vista da Casa Rosada para Plaza de Mayo

Dica: A única vantagem de vir no Verão é que o dia é longo. Demora demais a escurecer por conta do horário de verão e você fica passeando até as nove com o dia claro ainda. Consequentemente as pessoas aproveitam esse dia claro e caloroso. Sem praia, o jeito é se esbaldar na grama mesmo, ou próximo a Flor Generalis ou nos parques de Palermo e passar o dia com a família. Bem legal!

Gramado ao lado da Flor Generalis

 Dica: Uma coisa que fiz dessa vez foi visitar o Museu de Belas Artes em vez do Malba, ambos na Recoleta. A vantagem é que o de Belas Artes é de graça. Não tem a mega estrutura do Malba, mas é muito interessante também. Porém, nenhum deles é melhor do que o Museu Evita (esse vocês não podem deixar de ir, é em Palermo, mas é melhor pegar um taxi da Recoleta mesmo ou quando for visitar os parques de Palermo. E passar direitinho o endereço, pois, por incrível que pareça muitos taxistas não sabiam onde ficava só de nome). O museo fica na rua Lafinur 2988, bairro de Palermo  e está aberto de terça a domingo, das 14 às 19:30 hs

Parte Interna do Museu Evita

3º dia:

Trem de La Costa

Outra coisa que não fiz quando vim, o Passeio do Delta do Tigre e do Trem de La Costa. Saímos cedinho com a agência. O passeio de Trem é ótimo. Podemos descer e subir em todas as paradas que quisermos, porém as que valem mais a pena são San Izidro, Barrancas e Tigre.  Dá pra descer tranquilamente e passear um pouco pelas cidadezinhas, a pé mesmo. E curtir as estações que são bem legais (A de Tigre tava meio loucura por que era domingo e o Parque de Diversões tava lotado). Gostei bastante desse passeio.  De lá nos organizamos para fazer o passeio no Delta do Tigre. Passeio simples para conhecer um dos locais de “veraneio” das pessoas de Buenos Aires. É interessante e as casinhas são muito lindas, mas não faria questão de fazê-lo novamente.

Estação de Tigre

 Opinião: Caso você tenha poucos dias em Buenos Aires, dispense o passeio no Delta.

Entrada do Passeio do Delta do Tigre

Depois do passeio, descemos em Palermo para conhecer os parques, o Jardim Japonês e o Zoológico. O Zoo de Buenos Aires eu não tinha vindo, pois preferimos ir à Lujan. Gostei bastante do Zoológico de Buenos Aires, porém minha dica é: Não vá no sábado ou no domingo como fizemos. É gente demaissssssssssssssssss,uma loucura.E vá pela manhã,  a visita vale a pena, os animais ficam muito próximosd a gente, porém de manhã a maioria está acordada e facilita a interação. À tarde muitos estavam dormindo.

Zoo de Buenos Aires -Palermo

De lá fomos à livraria El Ateneo (na Santa Fé), comprar alguns livros. Aproveitamos para entrar em algumas lojas (muitassssss marcas), mas os preços não fazem tanta diferença da Florida, como já tinha dito no outro post. Depois, encerrar o dia em um dos cafés notáveis de Buenos Aires.

Cafezinhooooo

 4º dia

 Conhecer melhor os bairros da cidade que passamos muito rápido ou que ainda não tínhamos visto como Palermo Viejo, Soho e San Telmo. Mas, sinceramente, só para passear e conhecer a arquitetura. As coisas aqui são muito caras.

E, se Deus Quiser, voltar outras vezes.

Galeria | Esse post foi publicado em Buenos Aires Verão e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

4 respostas para Buenos Aires no Verão

  1. philipe disse:

    visitei buenos aires no verão e amei, dá vontade de ficar pra sempre….mas enfim, fui com amigos e familiares, agora estou planejando levar minha namorada no inverno, gostaria de saber sua opinião, simples e direta, buenos aires é melhor no inverno ou no verão? curti muito o verão e fiquei impressionado com as belezas dos parques no verão, talvez no inverno com as folhas no chão, nao seja tao bonito, porém outras belezas vão aparecer certamente, por isso gostaria de saber, é melhor no inverno ou verão? agradeço desde já

  2. Aysha Castro disse:

    Olá! Saberia me dizer se dá pra fazer esse passeio ao Tigre numa tarde? Indo no Tren de La Costa e retornando em trem comum? Quanto tempo a viagem de trem de BsAs até o Tigre? Desde já agradeço.

    • Ricardo / Mariana disse:

      Oi Aysha, como foi de excursão demorou mais. Contudo, se quiser ir sozinha, podes pegar o primeiro trem e parar nas estações que quiser. Na estação Tigre tem o passeio de carro. Dá para fazer em meio período sim.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s