Rodeio de Barretos-SP


Não posso dizer que gosto de rodeios, afinal, vindo do nordeste,  conhecia as vaquejadas que não são a mesma coisa e que mesmo assim nunca foi meu forte. Sequer tinha ideia do que significam essas festas para os tantos peões do interior de São Paulo onde vivi. A convite de minha amiga de Mestrado Quelén, fomos até Barretos em agosto de 2005 e o que eu posso dizer  é que mesmo para quem não gosta de Rodeios, ou não os conhece, VISITE!!! E venha durante a festa de peão que acontece todo mês de agosto…. porque se há palavras sinônimas para tudo isso, são elas: IMENSIDÃO, FASCINAÇÃO E AMOR.

A história de Barretos se confunde com o rodeio brasileiro. Até 1955, Barretos era uma pacata cidade que tinha na pecuária sua principal atividade econômica. Passagem obrigatória dos “corredores boiadeiros”, como eram conhecidas as vias de transporte de gado entre um estado e outro e que, reunidos para descansarem, acabavam criando mil maneiras para se divertirem. E como não podia deixar de ser, nestes encontros tentavam mostrar suas habilidades na lida com o gado. Em um sábado de 1947, na quermesse realizada pela Prefeitura  Municipal  de  Barretos,  na  praça  central  da cidade aconteceu o primeiro rodeio do país, realizado dentro de um cercado com arquibancadas. E foi assim, que em 1955, nasceu numa mesa de bar, OS INDEPENDENTES. Um grupo de rapazes solteiros e auto-suficientes, como era a regra, ligados a agropecuária local, promovendo festas inspiradas na lida das fazendas, com o objetivo de arrecadar fundos para as entidades assistenciais da região. Um ano depois, em 1956, foi lançada a 1ª Festa do Peão de Boiadeiro de Barretos. Sob a lona de um velho circo, surgiu o modelo do evento rural de maior sucesso do país. Hoje, Barretos é realmente tudo que dizem….

A adrenalina que corre solta na arena e a emoção do público fazem da festa um show que merece ser assistido. Gente de toda parte do Brasil vem conferir de perto a maior festa de rodeio da América Latina. Toneladas de equipamentos e equipes de Rodeio de todo o mundo compõem essa mega estrutura. Além das atrações internacionais nas arenas e nos palcos, é um dos eventos rurais que recebe o maior público do planeta.

Paralelamente ao Rodeio, você pode observar outros aspectos do estilo de vida do peão de boiadeiro com Espaço de Lazer e Eventos Berrantão, Rancho do Peãozinho, Área de Camping, Rancho da Queima do Alho, Fazendinha, Hípica e o magnífico Estádio polivalente de Rodeio, projetado por Oscar Niemeyer, com capacidade para trinta e cinco mil pessoas sentadas. Além disso,o  local impressiona por sua grandiosidade e encantamento, possui uma área para Feira Comercial, estacionamento para 14 mil veículos, feira gastronômica e uma completa estrutura de lojas de souvenirs oficiais e os mais variados produtos para lembranças. DEMAIS!

Oriento que venham de excursão. Muitas cidades pelo Sudeste montam grupos para virem de ônibus, curtirem a festa o dia todo, os shows que tem no final e voltar para casa. Saí bem em conta. Na época, saindo de Piracicaba, cada uma pagou 80,00.

Mas, digo isso por que é tudo muito grandeeeeeeeeeee, se anda muito, se dança muito, os shows são intensos e extensos. Então, ou você dorme em Barretos, ou volta com alguém dirigindo, pois você não vai ter condições.

Contudo, os estacionamentos também são gigantessssssssssssssss, e aí fica por sua conta.

Esse post foi publicado em Rodeio de Barretos -SP. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s